Followback – seguir ou não seguir de volta no Twitter

Followback – seguir ou não seguir de volta no Twitter

6 10 99
Followback – seguir ou não seguir de volta no Twitter 10 6 99
Uma coisa que sempre me intrigou no Twitter é o papo “só sigo quem me segue”. Um dos ferrenhos defensores do followback é o meu amigo Isaías Malta e eu sempre respeitei sua posição. Apesar dele dizer que até cancela os feeds de quem deixa de segui-lo, eu jamais vi o Isaías tuitando sobre isso. É uma questão de postura. Ele faz, mas faz quietinho.
Com a invasão migração dos usuários do Orkut e de outras redes sociais semelhantes, a questão do followback voltou à tona e de uma forma um tanto agressiva. Vejam só:

#mimimi1
#mimimi2
Como vocês podem notar, nos dois casos colocaram a arroba, o que me fez deduzir que seus remetentes queriam que as mensagens chegassem ao destinatário, no caso, eu.
Óbvio que não me preocupo com o número de followers, mas gostaria de dizer o que penso sobre o followback. Pra mim, é uma decisão PESSOAL. Não me cabe julgar se o cara segue 100.000 ou 100. Assim como não me cabe julgar se alguém que eu sigo, não me segue.
Caramba, se o conteúdo for bom, sigo até debaixo d’água. O Twitter existe, entre outras coisas, para compartilharmos informações. Sejamos um pouquinho mais maduros, né? Parar de seguir alguém que você gosta, só porque a pessoa não te segue, sorry, é burrice. Avisar que está parando de seguir por esse motivo é ainda pior – é uma tremenda imaturidade.
Eu desabilitei as notificações do Twitter há muuuito tempo e nem sei quem me segue ou deixou de me seguir. Eu sei e conheço bem cada um que INTERAGE comigo. E é, à partir dessas interações, que eu aperto o botãozinho follow @fulanodetal, ou não.
Ontem eu li uma frase muito legal em um blog (que eu não conhecia), chamado Trivela:
“Se a gente quisesse audiência burra, publicava foto de mulher pelada”
Recomendo a leitura do post completo – A invasão dos idiotas - que é sensacional.
E digo mais: não acredito que todo mundo que me segue, realmente lê o que eu escrevo. Com o surgimento do TweetDeck e dos demais aplicativos que permitem a criação de grupos, e com a chegada das listas ao Twitter, é possível seguir milhares de pessoas e ler apenas meia dúzia. Vocês já pararam para pensar nisso? Não se iludam.
Eu já abordei este tema anteriormente, ao indicar o site Friend or Follow - Quer saber quem te segue (ou não) no Twitter? – um dos nossos campeões de audiência.
Acho que cada um deve fazer o que achar melhor com seus followers, followings e com sua vida, mas, por favor, sem arroba e sem foguetes. A educação agradece.
19 Comments
Comments
  1. Sigo de volta pessoas que vejo que tem muito a ver comigo, as vezes conheço estas pessoas somente após me seguirem.

    Mas me seguir não é garantia de seguir ninguém.

    Acho que cada qual deve conquistar seu espaço.

    ResponderExcluir
  2. Seguir é uma questão de afinidade, na minha opinião ou de curiosidade. Mas isso não quer dizer que o outro deva me seguir de volta.

    ResponderExcluir
  3. "Acho que cada qual deve conquistar seu espaço." [2]

    Se tivéssemos que dar followback, teriamos que seguir aqueles imbecis que só tuitam "siga @fulano @whatever @sicrano"

    Sigo que eu quiser seguir, e quem quiser que me siga.

    ResponderExcluir
  4. Acho que as pessoas vindas do Orkut estão com certo peso de consciência por que lá, quando você "firmava" uma amizade, ela era de ambos. Ou seja, fulano tinha ciclano como amigo, assim como ciclano tinha fulano como amigo. E isso virou o orkut: a brincadeira das "amizades" descompromissadas, só por que alguém postou a foto do "bumbum" no seu album.

    No Twitter, é diferente. Você segue @fulano... e deu! Não há amizade a princípio. O Twitter serve para a interação de conteúdo, não de relacionamentos. Você segue alguém por que está interessado no que ele/ela tem a dizer, e não por que seu número de followers/followings pode aumentar. Mas é isso o que os ex-orkuteiros querem.

    Outro dia vi num blog uma dúvada do tipo: "Como faço para deixar recado no Twitter de alguém?" (oi?) Algo do tipo "recadinhos inúteis que ninguém lê" do orkut?

    Twitter é outra coisa. Não é, (repito) a princípio, uma rede de relacionamentos. Para mim, é uma rede de informações e conhecimentos.
    É isso.

    ResponderExcluir
  5. só sigo pessoas que eu acho que tem algum conteudo a ofereçer e meus amigos, nos demais agradeço a audiênçia, mas não esperem um follow de minha parte, se não gostarem o unfollow é serventia da casa ^^

    ResponderExcluir
  6. Sou contra o followback e já disse isso pro Isaias (depois de um tempo deixei de segui-lo). Acho isso chato, agressivo e pedante. É quase como uma ameaça.

    Acho que o followback agride o que o Twitter tem de melhor, que é a liberdade de comunicação entre os atores das redes sociais. O followback cria regras onde elas não são bem vindas e me recuso a seguir quem apregoa tal prática tão ferrenhamente.

    ResponderExcluir
  7. Eu concordo. Seguir é uma questão de critério apenas. Eu costumo seguir boa parte das pessoas que me segue, mas não necessariamente todas. Também sigo pessoas que não me seguem por achar o conteúdo que elas postam interessante. Basicamente, meu critério é este. Cada um tem o seu =)

    Agora, sair seguindo todo mundo tem o sério problema de que você não vai de fato ler essas pessoas que você segue. Vai criar lá suas listas com as pessoas que te interessam mesmo e ignorar o restante, que servirá só como número para mostrar como você é "popular". Este pra mim é o único ponto ruim desse followback.

    ResponderExcluir
  8. Oi Juliana!

    Concordo com vc. Temos que ter liberdade e fazer da nossa timeline um lugar agradável. É como vc disse, se o conteúdo for bom, a pessoa será seguida. Números são apenas números. O importante do Twitter é a interatividade e a troca de ideia.

    Adorei o post!

    Abraço :)

    ResponderExcluir
  9. Sinceramente acho o followback um atraso de vida. Assim como você, já desabilitei as notificações do meu email há tempo.

    No meu caso, aconteceu quando foi o início das listas, especialmente a do kiwicomqueijo, depois que fiquei duas horas sem acessar o correio eletrônico e descobri 50 mensagens não lidas, e todas do twitter.

    A maior parte dos perfis que começaram a me seguir por causa dessa lista eram os dos indicadores. Pessoas que não tem a menor idéia de sentido de interação de twitter, e faz com que ela seja o que muitos pensam: o cúmulo da vagabundice.

    E realmente: papinho de followback só não é pior do que gente que avisa sobre o unfollow. ECA!

    ResponderExcluir
  10. Eu só tenho a agradecer pelas pessoas que começaram a me seguir e hoje temos uma interação muito boa.

    Não vou mentir, fico triste quando recebo um unfollow de alguém que eu não gostaria, mas não ajo da mesma forma.

    Se ela fez isso é que não fui relevante o suficiente para ela continuar acompanhando meus tweets.

    Até algumas pessos que deixei de seguir no Twitter, continuo acompanhando as postagens no blogue, pois o conteúdo me agrada.

    ResponderExcluir
  11. Assino embaixo, Ju!

    Eu sigo quem me interessa, não quem eu conheço, quem tenho algum tipo de relação, e muito menos simplesmente por ter me seguindo. É um favor? Obrigado, não preciso disso...

    Acho que a coisa vai até mais embaixo quando os contatos da vida real ficam de "frescurinha" porque não os sigo. Você é meu amigo? Pode ser. Me interessa no Twitter? Não? Então não sigo. E não tem esse negócio de se magoar, tudo bobagem exagerada.

    Maturidade e educação.

    Excelente post.

    ResponderExcluir
  12. Eu e minha noiva sempre discutimos a questão do número de seguidores que temos no twitter. Ela reclama que eu tenho o dobro de seguidores em relação ao que eu sigo. Enquanto ela, segue mais pessoas do que a seguem.

    Na minha opinião, os dois números são irrelevantes. Acredito que vale mais a qualidade dos seguidores e twitters que você segue. Pensamos nisso postei no twitter o seguinte pensamento:

    "Quem tem muitos followers é popular (ou não), quem tem muitos following relevantes é bem informado"

    [http://twitter.com/_JrGoncalves/status/5229695924]

    ResponderExcluir
  13. Onde eu assino???

    Não desabilitei o alerta (até pq não aparece tanta gente me seguindo e eu sempre bloquei os SPAMs justamente pq p/ n° não significa nada) e confesso que fico super contente de ver que alguém que eu sigo começou a me seguir tb. Mas dar unfollow wm quem eu sigo só pq não me segue não faz sentido pra mim, afinal entrei no Twitter justamente para ler o que os outros postam e não para que leiam o que eu posto!

    ResponderExcluir
  14. !! Felices Fiestas!!
    Un abrazo :)

    ResponderExcluir
  15. A questão do followback não deixa de ser um assunto melindroso, já que muitas vezes envolve a vaidade pessoal, muitos se sentem diminuídos quando seguem uma pessoa e não são retribuídos.

    Particularmente, sigo aquelas pessoas que acho interessantes, que me transmitem algum conteúdo ou que me divertem. Há também a questão da interação, todos aqueles que interajem comigo, recebem follow, agora quem me segue apenas por seguir, nunca me enviaram uma mensagem, nunca me deram um RT, eu não sigo.

    Um grande abraço! @jmpsousa

    ResponderExcluir
  16. É só comigo ou não esta dando para mover os elementos do blog? Da para testar com vc Juliana?

    Ps.: Não precisa aprovar esse comentário.

    Um abraço

    ResponderExcluir
  17. Pior do que esse negócio de seguir ou não seguir de volta no Twitter é o negócio do "Ah!Me Indique que eu te indico pra X Pessoas!".Pô , o cara tá lá pra postar informações legais ou pra ficar falando que um idiota deve ser seguido pra que "vc" fique com milhares de seguidores,coisa chata isso!

    Muito Massa o Post,é mais um daqueles à partir do qual o número de comentários decola hein...

    Um Abraço

    ResponderExcluir
  18. Mandou bem. O conteúdo inteligente acima de tudo.

    ResponderExcluir
  19. oiiipessoal,bom dia...quero por favor pra vcs visitarem,ele e me ajudar a melhorar o meu blog peço por favor me ajude...bjss
    http://blogdanayblog.blogspot.com/
    agradeço a todos

    ResponderExcluir
 
Dicas Blogger© 2007-2015 | Todos os direitos reservados | Design By Duy Templates
Top