E 2009 começa com reforma ortográfica

E 2009 começa com reforma ortográfica

6 10 99
E 2009 começa com reforma ortográfica 10 6 99

image

Em primeiro lugar, quero desejar a todos vocês um 2009 repleto de alegrias e realizações. O ano que “acaba de acabar” foi muito bom prá mim e melhor ainda para o blog – que cresceu, apareceu e trouxe alguns prêmios prá casa. Não vou falar de um por um, pois pode parecer auto-promoção (ou seria autopromoção?). Vocês poderão conferir cada um deles aqui.

Hoje vou escrever sobre a tal reforma ortográfica. Alegando que é necessário pôr fim às várias grafias e dar maior visibilidade ao idioma, os países membros da CPLP (Comunidade de Países de Língua Portuguesa) elaboraram em 1990 o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa, que foi sancionando pelo Presidente Lula-la e entrou em vigor no dia de hoje.

Coisa chata, digamos de passagem. Sei que mudar traz resistências, mas em um país onde a maioria não sabe escrever corretamente, alterar o que já está em vigor é, no mínimo, “chover no molhado”. Temos até 2012 para nos adaptar e eu, escolhi os últimos minutos do último dia.

Mas, como o Dicas Blogger é um blog, também, de utilidade pública, fiz uma pequena pesquisa sobre o assunto. Encontrei na Folha de São Paulo uma ilustração muito interessante. Vejam o que vai mudar:

 

   Fonte: Folha de São Paulo

A reforma está funcionando como uma divisora de águas. O Jornal Nacional, da Rede Globo, apresentou uma série de reportagens sobre o tema e entrevistou desde os imortais da Academia Brasileira de Letras, até escritores, jornalistas e nós, o povo. 

Milton Hatoum, romancista premiado, não põe fé na unificação do português daqui com o de Portugal e outras ex-colônias portuguesas. Para ele, as escritas diferentes marcam diferenças de pensamento. "A ortografia, no final das contas, tem a ver com nosso modo de ser. E o nosso modo de ser pede, e até exige, um acento agudo na palavra idéia". Fonte: Globo.com

João Ubaldo Ribeiro, autor de ‘O sorriso do lagarto’, acha a reforma inútil e rebate um argumento político muito citado pelos defensores da nova ortografia: a de que o Brasil precisa de uma língua unificada para ser mais reconhecido no mundo. "Chinês, que não tem alfabeto, tem ideogramas, não esta cogitando de fazer reforma nenhuma e nem precisa de reforma nenhuma, está se impondo por sua presença econômica".Fonte: Globo.com

Mas o acordo ortográfico tem o apoio de muitos gramáticos e escritores brasileiros. A instituição que mais lutou pela mudança é centenária: a Academia Brasileira de Letras, a guardiã mais fiel da Língua Portuguesa na forma em que ela é falada e escrita no Brasil. A academia tem todo um jeito conservador, mas diz que foi em nome da modernidade que abraçou a mudança. “Simplificar a gramática é modernizar”, diz o acadêmico Evanildo Bechara, um dos maiores conhecedores da Língua Portuguesa. Ele queria uma reforma até mais profunda.Fonte: Globo.com

Eu não gostei e não é por preguiça . O maior problema, na minha opinião, reside no fato que não há uma unificação na ortografia nem mesmo dentro do Brasil. Cada um escreve como bem entende. O número de analfabetos funcionais cresce assustadoramente e, ao invés do Governo fazer uma reforma educacional, vem é inventar moda com uma reforma ortográfica.

Os estudantes dos ensinos fundamental e médio vão conviver com a dupla ortografia até 2012, o que deve gerar muita confusão e uma piora na escrita dessa geração - que já usa o miguxês para se comunicar- dispondo então, de 3 formas de escrever (ortografia antiga, a nova e o miguxês).

Vejam neste link tudo que vai mudar e a história da nossa Língua Portuguesa.

E vocês, o que estão achando disso tudo?

43 Comments
Comments
  1. Oi Juliana,
    A reforma ortográfica já está aí na nossa porta começa hoje. Um dos problemas vai ser justamente esse período de transição que termina em 2012. São quatro anos e em quatro anos um aluno começa e termina o segundo grau, ou seja, ele vai fazer o segundo grau todinho em um período de transição, onde creio que será muito confuso.
    Acho que essa tal reforma vai depender muito dos meios de comunicação também, da mídia, não só das escolas, e tem que ser muito bem feita ou corre o risco de ficar igualzinho aquelas leis que "não pegam". Afinal, aqui no Brasil tem muita coisa (lei) que "não pega".
    Um abraço
    Otton

    ResponderExcluir
  2. Achei desnecessária essa reforma ortográfica, recentemente fiz um post falando sobre como essa reforma vai mudar (pra pior) a vida de quem utiliza o português. Embora não pareça, a antiga regra é bastante fácil, basta empenho em aprender, o que não ocorre. Pretendo continuar utilizando a regra antiga até 31 de dezembro de 2012.

    ResponderExcluir
  3. Eu não gostei. Não tinha necessidade disso. Agora eu vou ter que gravar isso tudo de novo. E no meu caso é mais preguiça mesmo. Hehehe

    ResponderExcluir
  4. Tanta coisa precisando ser formulado pelo governo, e eles mexem em uma coisa que está quieta, e que não está incomodando ninguém... é simplesmente lamentavél!
    Particularmente, eu acho que a população não está muito "empolgada" com isso não; principalmente o pessoal daqui de casa! :-D
    Bom, mais com certeza, como disse nosso amigo Otton, pode ser que essa lei "não pega".
    Abraços
    Abraços
    Kaique

    ResponderExcluir
  5. A reforma só vem trazer mais confusão e analfabetismo para o Brasil, já que, como a maioria tem preguiça de estudar, agora então vão ter mais ainda por causa dessa mudança.
    Os estudantes (como eu) vão ser prejudicados e, como você disse, haverá uma piora na escrita dessa geração.
    Ainda bem que temos mais alguns anos para nos adaptar.

    Um Abraço
    Thiago Neutron

    ResponderExcluir
  6. Concordo com o comentário da Kazuya-Kun, e concordo em continuar a usar a regra antiga até 2012, e também as pessoas que estão acustumada dificilmente vai mudar para regra nova por questão de costume e de todo mundo achar isso uma palhaçada, que com tanta coisa importante para fazer, ficam perdendo tempo com isso.

    "Somos Governado Por Um Presidente Alcoólatra e Analfabeto, Que Assinou Uma Reforma Ortografica e Instituiu Uma Lei Seca"

    Li isso em algum blog perdido na internet

    ResponderExcluir
  7. Oi juliana
    Vai ser dificil pros professores e os alunos

    Pra mim vai mudar tudo

    Abraço

    ResponderExcluir
  8. Completamente desnecessária ..... É mais fácil aderir aos erros da ortografia do que ensinar corretamente. Acho que quem sai perdendo como sempre é as pessoas que poderiam aprender corretamente mas a preguiça de ensinar, a barreira que se criou e que com amor, carinho e dedicação poderiam ser derrubadas acabam por ir por terra. Não sei se consegui me explicar, mas é o que penso e o que sinto. Espero que não dê certo.

    ResponderExcluir
  9. Olá Juliana, eu não concordo com a reforma, pois além do motivo que as pessoas dizem pela qual ela foi feita("facilitar" o português,para diminuir os índices de analfabetismo), há também um grande interesse das editoras nesse acordo, agora, com o português unificado, editoras portuguesas podem exportar para o Brasil e vice-versa(ou viceversa?), claro que o acordo não tem só interesses "educacionais" ou comerciais, mas creio que sejam os principais, e mesmo assim, não foram necessários(tirando algumas mudanças,como o trema,pois as pessoas raramente usavam).

    Acredito que esse período de transição vai ser complicado, tanto para todos nós, que teremos que conviver tanto com a escrita antiga, como com a nova, mas como você citou, vai ser pior para os estudantes do ensino fundamental e médio,principalmente àqueles que vão terminar este ano,e vão prestar vestibular,já que o exame pode cobrar as duas maneiras de escrever.

    Um ótimo 2009, para você e para o Dicas Blogger

    ResponderExcluir
  10. Juliana,

    A reforma não é "invenção" do governo brasileiro. É um esforço conjunto dos governos de língua portuguesa para unificá-la e torná-la mais forte e universal.

    Ninguém gosta muito de mudança, mas é tudo questão de se habituar. Já houve outras reformas e as pessoas continuaram vivendo...

    Prá quem já apanha do português (e escreve simplismente, encomodar, pesso, voçê e coisas do gênero) talvez seja um
    problema, mas prá quem o domina e não é 'veterano' cheio de mania imutável, acho que é só questão de tempo para se adaptar, como tudo na vida.

    Creio que a "confusão" vai ser mais nesse ano, mas as pessoas tendem a utilizarem a nova grafia e esquecerem a antiga, como nossos pais fizeram.

    Todo mundo diz que o português é cheio de regras, aí se simplifica e o povo reclama... vai entender essas cabeças!
    É como reclamar que trocaram o sentido de uma rua pq eu estava com o sentido anterior!

    ResponderExcluir
  11. Eu tbm acho que não precisa, vai demorar um pouco até que eu me acostume.Pra mim o pior é que nesse ano eu vou para o terciro ano do ensino médio, daí depois tem o vestibular e na minha opinião a redação é um dos pontos mais importantes da prova...

    Mais fazer oq, né? O jeito é se acostumar na marra mesmo Ü

    Beijão e parabéns! seu blog está perfeito!

    (aaa... bom 2009!)

    ResponderExcluir
  12. Estranhamente (ou não) isso me parece coisa pra analfabeto... ¬¬"

    Onde já se viu comer linguiça? ¬¬
    Fiquei sabendo hoje sobre essa reforma e a princípio não gostei nada dela... ¬¬

    E até 2012 vai ter gente reclamando, já que toda mudança traz reclamações até que se caia na rotina e conformação. Então até lá fico reclamando e lendo o que vai mudar. XD

    ResponderExcluir
  13. Reforma ortográfica? SOU CONTRA!
    Recuso-me a usá-la!

    ResponderExcluir
  14. po maior besteira isso, depois de tanto tempo pra que mudar???

    faliz ano novo ju

    abração

    ResponderExcluir
  15. Sinceramente? Creio que essa reforma irá apenas confundir a cabeça das pessoas. A diferença entre a nova regra e a antiga é essa: antes nos perguntavámos em qual palavra colocaríamos acento agudo, circunflexo ou o hífen. Agora nos perguntaremos: "Será que essa palavra é sem acento?"

    Pois é. O governo só quer complicar ainda mais a já difícil ortografia da língua portuguesa aqui no Brasil.

    ResponderExcluir
  16. Oi, Ju!! Postei uma imagem no luz parecida com essa mas não igual. Pelo que estou sentindo, portugueses e brasileiros não irão adotá-las, até que se torne obrigatórias. Beijus

    ResponderExcluir
  17. com ou sem acordo, um feliz 2009! eu, por mim, vou escrever sempre da mesma forma (ou será maneira?)

    ResponderExcluir
  18. Que venha reforma ou deformar ortográfica, eu usarei a língua portuguesa e o dialeto cearensês.

    Muito gente chiou a popularização da chamada literatura de blogue. E olha aí os blogueiros influenciando na mídia, literatura, escolas, comportamentos e o escambau.

    Não vejo motivo de preocupação, reformas sempre aconteceram na gramática.

    ResponderExcluir
  19. É assim mesmo, querer que esse acordo seja cumprido em Portugal é inóspito! Não sou contra avanços e evolução de nossa língua, mas, nesse caso, é claro que o objetivo era unificar a lingua portuguesa nos países onde ela é falada, coisa que não vai acontecer. É esperar para ver!
    abraços, e valeu pela postagem!

    ResponderExcluir
  20. Acho totalmente desnecessária... e sinceramente, nao acho que será fácil pra ninguém.

    Para os que escrevem mal, talvez a diferença nem seja tanta(rs) agora, tanto pra quem escreve corretamente, quanto para quem está aprendendo a escrever só irá confundir. Ainda mais com esse prazo de 4 anos.

    ResponderExcluir
  21. Oi Ju [lindo nome :)]
    Bem, eu acho que muita gente vai pirar na batatinha com essa mudança, inclusive eu!!!!!!
    Queria te parabenizar pelo seu blog... Conteúdo nota 10!!!!!
    Beijos

    ResponderExcluir
  22. Olá Jú
    Para nós que já estamos acostumados a escrever a algum tempo da maneira que está acaba ficando meio difícil mesmo se adaptar, mas vejamos os outros lados desta questão.
    Lembro que para mim foi muito difícil no inicio me acostumar com o K, Y, W e pensar que eram da língua estrangeira, mesmo comprando sorvete Kibom e Yopa na cantina da escola, as crianças que começarem a se alfabetizar de agora em diante terão mais facilidade em aprender.
    A reforma ortográfica não muda em nada a maneira de falar e pensar, então cai por terra o argumento do Milton Hatoum, já que a reforma mexe apenas na grafia e não na pronuncia;
    Do lado político da reforma a intenção é tornar a língua portuguesa tão uniforme quanto a língua inglesa ou francesa, com esta unificação coloca-se nosso idioma a um passo de se tornar idioma oficial da ONU, já que hoje ela é um dos idiomas mais falados do mundo, é questão de marketing.
    Eu acredito que o próximo passo desta reforma será a unificação do Miguches, aí ela estará completa. (rs)
    Um ótimo 2009 para você, sua família e seus leitores.
    Beijos

    ResponderExcluir
  23. Esse lance da reforma ortográfica já tá dando nos nervos, são simples mudanças que vão levar muito tempo para que as pessoas se acostumem.

    ;)

    ResponderExcluir
  24. Como disse o gramático, Evanildo Bechara em entrevista a uma rádio: - Eu já passei por duas reformas ortográficas na minha vida e com o tempo, nos acostumamos. Eu Evaldo penso da seguinte maneira: - Os nossos governantes deveriam incentivar o ensino de qualidade em nossas escolas. Fazer uma revolução no ensino em nosso país. Formar pessoas com senso crítico e criativo. Apoiar as pesquisas e formação de professores mais qualificados. Tudo isso para que o profissional da educação tenha meios de incentivar os alunos a se tornarem leitores e escritores autônomos. Hoje escrevemos muito depois da internet, mas a qualidade do que se escreve é muito sofrível (me incluo neste meio). Basta entrar em uma desses chats que de imediato nos deparamos com uma falta de respeito com a nossa gramática. Bom a tal reforma já está aí o que nos resta nos acostumar.
    Evaldo
    http://evmartin.zip.net/

    ResponderExcluir
  25. Como disse o gramático, Evanildo Bechara em entrevista a uma rádio: - Eu já passei por duas reformas ortográficas na minha vida e com o tempo, nos acostumamos. Eu Evaldo penso da seguinte maneira: - Os nossos governantes deveriam incentivar o ensino de qualidade em nossas escolas. Fazer uma revolução no ensino em nosso país. Formar pessoas com senso crítico e criativo. Apoiar as pesquisas e formação de professores mais qualificados. Tudo isso para que o profissional da educação tenha meios de incentivar os alunos a se tornarem leitores e escritores autônomos. Hoje escrevemos muito depois da internet, mas a qualidade do que se escreve é muito sofrível (me incluo neste meio). Basta entrar em uma desses chats que de imediato nos deparamos com uma falta de respeito com a nossa gramática. Bom a tal reforma já está aí o que nos resta nos acostumar.
    Evaldo
    http://evmartin.zip.net/

    ResponderExcluir
  26. Não foi o governo que "inventou moda".

    ResponderExcluir
  27. Oi Ju.
    Primeiro te desejo um super 2009,cheio de coisas boas e que sei blog receba mais reconheçimentos ainda.
    Olha eu tb odiei essa mudança,acho que deviam era zerar o numeros de analfabetos.
    Eu por morar fora ja faço um monte de confusão quando tenho de escrever certas coisas imagine agora vou ter de deixar do lado do pc um dicionario enorme,pq o pequeno eu ja uso.
    Bjs

    ResponderExcluir
  28. Admito que não gostei das mudanças. Penso em passar o período de adaptação quase todo escrevendo da maneira, digamos, antiga. Ao menos, divertirei-me de vez em quando escrevendo tanto "fenômeno" quanto "fenómeno".

    ResponderExcluir
  29. No importa que hayas llegado tarde, se que en estos días la mayoría anda muy ocupado, acá tenemos unos familiares que hoy se marchan y no hay tiempo, todo es corriendo, hehehe!.
    $$mile for U beib :)

    ResponderExcluir
  30. A reforma, por mais que venha a ocasionar alguns transtornos, é necessária, a trema tinha q cair, k w e y tinham que voltar oficialmente ao nosso alfabeto, afinal temos cada vez mais palavras "americanas" adaptadas, a internet causa esses conflitos.

    A minha preocupação como futura professora (de química) é com a formação dos professores nesse período de transição. Acredito que para os estudantes de nível superior esse período vai ficar tão confuso quanto para os mais jovens.

    Gostaria de te desejar um excelente 2009, sou nova por aqui, conheci o blog através da Ariane e do Compulsivo, e estou lendo e utilizando aos poucos suas dicas [já estou utilizando um template]. Muito obrigada!

    ResponderExcluir
  31. Não aprovo este tipo de mudança.
    Acho totalmente desnecessária.

    ResponderExcluir
  32. Ei mano ainda não sei como se escreve "mau" é com "U" ou com "L" ou é Malcom X?

    ResponderExcluir
  33. Concordo plenamente com vc Ju, escrevi sobre essas mudanças no meu blog também e tenho o mesmo pensamento que o seu, acho que não convém esse tipo de uma mudança em um país como o nosso - aonde até quem faz uma faculdade, não sabe escrever o básico da Língua Portuguesa... E pior: preocupação em escrever certo é ZERO também, acho que pra um idioma tão bonito como o nosso, com mudanças ou não, ainda não tem e está bem longe do valor que realmente merece!

    A propósito: Feliz 2009!

    ResponderExcluir
  34. Oi Ju,Feliz ano novo.
    Eu estou achando PÉSSIMO.(xiipéssimo ainda tem acento né?).
    Como você bem o disse,o potuguês,é uma língua que é única e múltipla ao mesmo tempo.Começa com os idos de 1800 e bolinha,quando o pronome "você" se dizia vossa mercê,depois passou a ser mecê,depois você,e agora é cê.
    Quer dizer,nunca na história desse país,se viu tantas formas diferentes de dizer a mesma coisa.
    Os miguxês,teem sua própria linguagem.O presidente tem a linguagem dele,como ele diz "A PETOBRÁS"...Eu creio que ninguém vai perceber se continuarmos a colocar uns acentinhos aqui e acolá...ninguém vai nem saber se está certo ou não.E até procurarem no novo dicionário,vão achar melhor aceitar como está.(é difícil achar no dicionário).Mas enfim,a tal reforma está aí,em 2012 penso nela,e vamos que vamos.
    Beijos

    ResponderExcluir
  35. cara e eu que estou na africa luso? como fica as coisas por aqui??? caraca to perdido, nem meu idioma sei usar!

    ResponderExcluir
  36. Estou postando aqui para avisar que te indiquei ao Prêmio Dardos!
    Dá uma passada no meu blog para saber mais.

    Parabéns pelo belo trabalho!!

    http://blogdohaggar.blogspot.com/2009/01/prmio-dardos.html

    ResponderExcluir
  37. Ju,
    ótimo post.
    Penso que a unificação da Língua teria que preceder de uma unificação de nossa integração enquanto povos que dividem o "mesmo" idioma. Somos tão distantes, tão díspares culturalmente que a dita reforma apenas vira motivo de descontentamento para aqueles que tem sonhos que vão além da língua escrita.

    bjs

    ResponderExcluir
  38. To entrandoo prO mundo de blogueiros agora...e pode jah vou tomar o dicasblogger como um dos meus referenciais...ainda mais pq as dicas vão me ajudar bastante mermO.

    parabéns ae pelo blog...

    http://geracaobrasil.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  39. A última reforma do francês se deu no século XVI e eles se arrependeram. Nós já fizemos milhões de reformas e continuamos analfabetos.

    ResponderExcluir
  40. Olá!

    Sou a favor da reforma sim!
    Acredito que a Língua Portuguesa, pelo menos maneira ortográfica, deve ter o mesmo formato onde ela é falada e escrita.
    Se cada um escreve de maneira diferente, certamente o fato se deve por vícios, aprendizado (ou falta dele), cultura, etc.
    As gírias, bordões, jargões, termos, etc. mudam de cultura em cultura, de região, de origem, enfim, essas coisas não devem mudar, pois é como um tipo de identidade.
    Já a ortografia é a facilidade de comunicação escrita entre países de mesma língua.
    Os internautas, por exemplo, erram - ou criam uma nova ortografia - que pode comprometer as regras de uma língua, seja ela qual for. Eu acredito que isso é o que deveria ser mais discutido e preocupante, mais do que a unificação de uma Língua.

    Obrigado pelo espaço

    Miro.

    ResponderExcluir
  41. Será mais fácil para as crianças da classe dos seis anos que estão começando agora. Mais para nós que já estamos em séries avançadas, será dificil!

    Jonathan

    ResponderExcluir
  42. Olha, eu sempre fui ótima em Língua Portuguesa. Só que a reforma ortográfica confundiu tudo, atrapalhou tudo. Pois as regras antigas da Língua Portuguesa eram fáceis. Não vejo nenhuma utilidade nessa tal reforma ortográfica. Todavia, seu blog ficou ótimo, excelente, muito bom!
    Parabéns!

    ResponderExcluir

ATENÇÃO: Caso esteja com dificuldades com seu blog, abra um tópico no Fórum de Ajuda do Blogger que nós iremos te ajudar a resolver.


Os comentários passam por um sistema de moderação. Não serão aprovados os comentários:
- não relacionados ao tema do post;
- com pedidos de parceria;
- com propagandas (spam);
- com link para divulgar seu blog;
- com palavrões ou ofensas a pessoas e marcas;

 
Dicas Blogger© 2007-2015 | Todos os direitos reservados | Design By Duy Templates
Top